segunda-feira, 19 de julho de 2010

Classe Tagarela

Em 1943,Joseph Schumpeter afirmou que a cultura burguesa estava em declínio terminal no Ocidente e identificou duas causas principais.Em primeiro lugar,a extensão da educação e o empenhamento num espírito de racionalidade crítica tinham produzido uma nova classe intelectual (aquela a que em Inglaterra se chama muitas vezes a «classe tagarela») sem responsabilidade directa pelas questões práticas e sem uma comparticipação material directa na sobrevivência do capitalismo.Esta nova classe desenvolvera um «direito adquirido» na crítica e na «inquietação social»,com o resultado de que os líderes de opinião da sociedade e os formadores de opinião deixaram de acreditar ou de aprovar os valores do capitalismo.