terça-feira, 14 de junho de 2011

"desempowerment"

Está na moda falar em "empowerment": das mulheres,dos jovens,dos mais necessitados,nas empresas,na administração pública,etc.Já é tempo de começarmos a falar em "desempowerment" das instituições e do Estado,levando a situações em que,em vez de haver "alguém que decide sempre em meu nome",passamos a ser confrontados com situações em que "cada um decide por si mesmo".Ou seja,leva-nos a criarmos uma sociedade mais autónoma em que cada pessoas são os donos do seu destino.

3 comentários:

Liana disse...

Toda nação capitalista traz em si, no período do imperialismo, as sementes do fascismo. Surge naturalmente o problema de saber se essas sementes devem deitar raízes e crescer. "Paul M. Sweezy"
não podemos distituir o poder dos governantes,o que se deve fazer é distituir lhes de o exercerem sobre nos mas sim sobre os nossos problemas.Mas infilizmente o povo cabo verdianao é um povo "confortado" sem tamanhas ambições!!

Edy disse...

qual é a solução Liana?

Liana disse...

Se Eu soubesse teria aqui explicitado de certeza!porém não lamento o facto de não ter em mãos a solução que o todo um elenco governamental não tem !