segunda-feira, 25 de julho de 2011

Brincadeirinha de mau gosto

Advinha-se uma nova entrevista onde o JMN vai-se desculpar ou dizer que foi atraiçoado pelo excessos do momento quando fez a analogia entre os intriguistas do partido com a morte de Amílcar Cabral. Isto tem um nome: tentativa de manipulação da consciência. Qualquer um pode fazer o seguinte exercício dedutivo:
            . os intriguistas são desleais e anti-democratas,
. é preciso ter cuidado com os intriguistas no partido porque,
. os intriguistas do PAIGC mataram Amílcar Cabral, logo
. os intriguistas do PAICV podem muito bem querer “matar” José Maria Neves
            . portanto, é preciso escolher os que são leais e respeitosos para com o partido.


O que devem estar a pensar os "intriguistas" que estão no governo de JMN e no grupo parlamentar do PAICV?Será que têm todos «sangue de barata»?

4 comentários:

Rui Sanches disse...

O meu amigo Esmeraldo Freire disse:"Supondo o cenário de uma 2ª volta entre Aristides Lima versus Jorge Carlos Fonseca, qual será o posicionamento do José Maria Neves?"

Edy disse...

Rui,
nesse cenário,desconfio que ele vai dar liberdade de voto aos militantes...

Anónimo disse...

Enquanto nao se estudar e bem a psicologia da mentira do crioulo duma maneira geral e do crioulo dirigente em especial nada a fazer! E depois de estuda-la ha que ter a coragem de admitir que a média do crioulo é MENTIROSA!


Sim, crioulo é mentiroso! No caso especificio de Zé MARIA ele é MENTIROSO cronico. Este homem é doente mental. Ele necessita urgentemente de um psiquiatra, de um psicologo, de um psicanalista. Eu ja estudei as palavras orais e escritas de Zé MARIA e sei do que falo. Este homem é um doente!


Portanto, todos aqueles que estiverem de facto interessados em compreender têm de pegar nos livros de psicologia para perceberem o perfil psicologico, caracterologico de Zé Maria. Mas o povo que tem votado neste individuo tem também culpa. E porquê? Porque o povo é também duma maneira geral mentiroso. Todo o crioulo consciente e honesto sabe que somos um povo de misturas, hibrido, logo com uma propensao muito forte para a mentira.


Basta vermos à nossa volta, mesmo entre grandes amigos e familiares. Quando se fala com um crioulo, ha que confirmar pelo menos 3 vezes o que ele està a dizer. E' que o crioulo médio ja mente sem saber que està a mentir.

Tem uma garnde dificuldade em destrinçar mentira e verdade. Pergunta-se-lhe uma coisa, e ele dà uma resposta qualquer sem pensar, e na maioria das vezes essa resposta é mentira.


E' que o crioulo médio, pensa que quando està numa conversa, o seu interlocutor, so quer é cansar-lhe a cabeça, logo ele està autorizado, pensa ele, a dar qualquer resposta para se ver livre do outro. Tantas vezes nao ouvimos de um crioulo a dizer "ja despachei o gajo, ja lhe dei uma resposta (quer dizer uma mentira) e o gajo ja me deixou em paz". Isto traduz bem o perfil do crioulo. O homem médio crioulo é profundamente mentiroso e tem nele os excessos cronicos, doentios, como Zé Maria que nao tem pruridos nenhuns em mentir e depois dizer que é o outro que mentiu! Basta ouvir os discursos de Zé Maria. Basta ler o seu livro.


Ele so tem grandes amigos. Como é que ele conheceu o Professor português de direito que assinou o prefacio do seu livro em 2005 e em 2011 ja era o seu "grande amigo"? Todos sabemos que um grande amigo constroi-se em décadas. Mas um professor que também escreve um prefacio sem qualquer rigor cientifico, com aquele paternalismo tipico do branco em relaçao ao preto, para dizer tantas mentiras que ele também diz no livro de Zé Maria?


Por exemplo para dar impressao de que Zé Maria era um bom aluno, esse professor escreveu que Zé Maria tirou a licenciatura com "pouco mais de 20 anos". Toda a gente sabe que com mais mais de 20 anos Zé Maria nao estava a concluir a licenciatura, mas a entrar no primeiro ano de adminsitraçao publica no Brasil, pois ele ja havia tentado Coimbra onde nao fez o primeiro ano. E o que é ppouco mais de 20 anos? Todos os bons alunos nao tiram uma licenciatura com 23 anos, ou no maximo 25 anos?

Manuel Faustino pro exemplo era médico aos 23 anos e Zona tirou licenciatura com 22 anos. Isso é que é "pouco mais de 20 anos".Porque é que entao esse professor tuga tenta singularizar o percurso de Zé Maria, ainda por cima com mentira grosseira? Zé Maria quando foi para o Brasil ja tinha mais de 20 anos, logo ele nao poderia estar a concluir a licenciatura com "pouco mais de 20 anos. O que é pouco? 27/28 anos?

Bem, nessa idade, geralmente esta-se aconcluir um doutoramento, o que nao é o caso de Zé Maria, que tem 4 anos de universidade no Brasil. Conclusao: estamos num mundo de mentiras e as pessoas querem de facto viver na mentira

Edy disse...

Então a mentira faz parte da identidade crioula,é isso?