domingo, 11 de janeiro de 2009

Revisão da Constituição

Também  nesta mesma notícia d´A Semana fiquei a saber que o conselheiro jurídico da empresa Cape Verde Development Corporation é o Dr. David Hopffer Almada.Nada contra,mesmo porque,pelo que dizem,é um excelente advogado.E,na mesma situação,deve estar muito outros srs.deputados.Mas,faz-me uma certa "confusão" ver uma pessoa ser,simultâneamente,conselheiro/assessor jurídico de um grupo empresarial que tem negócios com o Estado e deputado da Nação.Por isso,vou aproveitar para participar nas reuniões que o MPD e o PAICV têm previsto com a sociedade civil para obter subsídios para as respectivas propostas de Revisão da Constituição para propor isto: a exclusividade na função de deputado da Assembleia Nacional (quem é deputado não pode exercer mais nenhuma outra função remunerada enquanto estiver na Assembleia).

2 comentários:

Salim disse...

Também concordo em absoluto com esta proposta. No mínimo, nenhuma profissão que possa envolver [in]directamente os interesses do Estado.

Ou seja, pode(rá?) ser médico, professor, etc. Ou será que isso abriria caminho para subterfúgios?

Edy disse...

Professor até concordo Salim,mas...é uma proposta muito,muito discutível.Basta levantar essa questão: um empresário pode fazer política (como deputado,dirigente partidário ou até ministro)?